domingo, 19 de novembro de 2017

Voltando as bases

Ne8:1-12
Esdras falou a manhã toda sobre a palavra de Deus.
Havia emoção, mas eles entenderam a mensagem de Deus.

Sl110:47-48
A palavra de Deus da alegria

Qual foi a última vez que você se emocionou com Deus?

Ne1:1-11
É preciso ir e jejuar.
É preciso conversar com Deus de verdade, orar profundamente, racional e espiritualmente.
Para que Deus lute por nós.
É preciso unir o povo

Hb10:25
A natureza é egoísta e muitos fogem dos compromissos.

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Nerdice - Robotizado

Desculpe, pode até parecer orgulho ou arrogância, mas só gostar de filmes espaciais, vestir camisas temáticas, isso está bem longe do meu conceito de ser nerd...

Ser nerd de verdade, vai além de tirar boas notas na escola, mesmo sem estudar para as provas, vai além de ser zuado só porque você é meio anti social, ou não se importar muito com o que a maioria se importa (futebol, bebida, sexo)

Nerd também pode até crer, não é apenas um cientista que vai com a opinião dos outros, mas tem suas próprias convicções.

Também conhecer bem informática, e ser apenas usuário de programas ilegais, saber baixar e assistir vídeos piratas com Torrent e PopCornTime, ou acessar a "deepweb" com Tor, é mais uma  característica de um criminoso, do que algo nerd, ou racker.

Um programador até pode ser um nerd, mas não necessariamente seja, afinal conheço muitos programadores de tantas linguagem, e até uns que nem gostam de Star Wars.

Nerd que só conhece Windows, que não sabe nada de Linux e OSX é uma piada!

Mas não dá para ser nerd sem saber programar, sem conhecer eletrônica, sem gostar de física e documentários da Discovery, ou sem saber nada de Arduino.

O cúmulo da nerdice é fazer algum robô, participar de Pits, fazer programas toscos só por diversão, ser Beta tester de Sistemas Operacionais e tecnologias, ter coisas automatizadas em casa feita por você mesmo.

Felizmente é andar fora da onda, fora da curva das pessoas normais, é estudar por diversão, programar por prazer, é viver para realizar a evolução humana.

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Hello Moto G5

Voltei...

Após meu Samsung S4 pifar...

Experimentei um Windows Phone, por mais de um ano e que parou de funcionar!

Agora estou de volta a postar com um moto G5...

Até breve

terça-feira, 24 de maio de 2016

Devocional de família: Medo

Qual um dos principais assuntos do filme: "O bom dinossauro"?

Coragem e medo!

Porque algumas pessoas são mais corajosas?
Qualquer pessoa tem medo?
O que desafia nossa coragem ou medo?
O que nos deixa inseguro?
O que nos dá coragem?

Você pularia em uma piscina funda sem saber nadar?
Você dirigiria um avião sem aprender a pilotar?

O medo protege nossas vidas!
Temos medo do que não conhecemos.
Precisamos aprender a conhecer as coisas para não ter medo.

Não tem como aprender a andar de bicicleta sem tentar.
As vezes demora a perder o medo.
Mas depois que perdemos o medo temos que criar respeito, pois outros ainda tem medo.
Quanto mais adiamos algumas coisas mais temos medo de vencer.

Cada pessoa tem seu nível de medo, e todos podem ser vencido, dentro dos seus limites, só não podemos deixar de fazer as coisas por medo!

Vejamos essa parábola:

Mateus, 25:14-30... Por isso, tive medo, saí e escondi o seu talento no chão. Veja, aqui está o que lhe pertence’....

O medo pode nos impedir de tentar!

Precisamos tentar fazer coisas diferentes, comer coisas diferentes, ir a lugares diferentes, conhecer pessoas diferentes, viajar e experimentar coisas diferentes.

E também não podemos ter medo de Deus!
Deus deve ser nosso amigo, conhecido!
Na história o último homem não conhecida o amor de Deus, por isso ele tinha medo.
Precisamos conhecer o amor de Deus, que nos dá segurança a vencer qualquer medo.

Precisamos aprender a orar por coragem.
A conhecer histórias na bíblia que nos dê segurança.

Nosso único medo deve ser de viver longe de Deus, onde só há tristeza.

domingo, 15 de maio de 2016

NG - Aula País - 4 a 6 anos

Um dos maiores inimigos da família é a falta de conhecimento.

Meu povo foi destruído por falta de conhecimento. “Uma vez que vocês rejeitaram o conhecimento, eu também os rejeito como meus sacerdotes; uma vez que vocês ignoraram a lei do seu Deus, eu também ignorarei seus filhos.
(Oséias, 4:6)

De 4 a 6 anos
Conhecem o corpo, sem maldade.
É uma fase de muita imaginação.
A família precisa ser um bom exemplo, pois as crianças vão imitar tudo.

Tornem-se meus imitadores, como eu o sou de Cristo.
(1 Coríntios, 11:1)

Nesta idade a criança não tem noção de tempo, então planejamento e agenda, confundem, ou geram ansiedade.
Atividades manuais são importante e devem ser valorizadas.
Precisam receber respeito e atenção.

Um bom casamento, é uma referência de amor e segurança e respeito para a criança.

A mãe é a referencia de amor, sentimento, compreensão, e emoção.
O pai tem o papel de protetor, provedor, segurança, liderança, e autoridade.

Brincar é importante, pois usa a imaginação.
Desenho animado, e meios multimídia digital, não permitem a imaginação trabalhar.

Contar história, sem imagens desenvolve a imaginação, o pensar, o poder construtivo intelectual.

Hoje muitas criançada não sabem brincar, imaginando, devido o excesso de fotografia, vídeo, jogos, e eletrônicos.

Limites devem existir.
O tempo também é um fator de limite.
Os pais devem definir o que acontece na vida das crianças, os horários, atividades, e rotina bem definida.

Tudo tem que ser ensinado, mas sem muitas palavras, ou explicações longas. A criança deve fazer imitando o exemplo e respeito.

Esforce-se para saber bem como suas ovelhas estão, dê cuidadosa atenção aos seus rebanhos,
(Provérbios, 27:23)

As crianças podem ter responsabilidades, simples, bem definidas, sem que se perca a infância, como se fosse uma brincadeira. É bom estimular a criança a ajudar de uma forma simples, da forma que ela consegue.

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Ciúmes

Nenhum erro justifica outro.
Mas como ajudar quem já luta com alguns coisa, profunda, e sentimental.

O ciúmes, em si não deveria ser algo ruim, mas infelizmente muitas vezes está associado a alguns diversos pecados, e aí sim se torna algo muito prejudicial.

Não já como sentir ciúmes, sem alguns relação afetiva.

E há uma ténue linha que separa o ciúmes da inveja.

Quando invejamos alguém, nos vemos abaixo, desta, e isso nos incomoda, pois queremos estar por cima.

Já o ciúmes é o sentimento de que alguém que antes estava do seu lado está se afastando, e não necessariamente está se aproximando de outra pessoa.

Ninguém gosta de perder nada, seja um objeto, dinheiro, amizades, tempo, e principalmente relacionamentos, pois é o resultado de tudo que citei antes.

Será que ninguém é de ninguém?
Como Cristão declaramos:
Jesus é meu Senhor!

Assim primeiramente, todos pertencem a Deus, e devem por isso, antes de tudo, fidelidade as direções de Deus.

E dado esse princípio, que é o objetivo da nossa vida cristã, podemos então ajudar, a todos, por misericórdia e graça, pois entendemos que temos falhas também, e fomos perdoados por Deus, por meio do sangue de Jesus, para que possamos perdoar outros, em suas falhas, e ajudar em suas limitações.

É fácil acusar alguém de qualquer pecado, inclusive de ciúmes.

Mas muitas vezes há muitos motivos que alimentam quem já luta com isso

domingo, 24 de abril de 2016

Trabalhadores no Reino de Deus

Jesus ia passando por todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando as boas novas do Reino e curando todas as enfermidades e doenças. Ao ver as multidões, teve compaixão delas, porque estavam aflitas e desamparadas, como ovelhas sem pastor. Então disse aos seus discípulos: “A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Peçam, pois, ao Senhor da colheita que envie trabalhadores para a sua colheita”.
(Mateus, 9:35-38)

A vida de um cristão, não é uma vida cômoda, há um propósito, há uma missão!

Deus quer trabalhadores com compaixão, pois, ele quer salvar muitos, mas isso depende de nós.

Os fariseus, na época não tinha compaixão do povo, eles apenas exigiam leis, regras, a fim de serem aceitos na sociedade, quem não seguia, eram desprezados.

Precisamos uns dos outros, com misericórdia: Seja por meio de discipulado, devocional.
Precisamos ter compaixão de dentro para fora, na família, com filhos, com cônjuge, primeiro, antes de ficar se preocupando com o mundo fora.

O espírito de Deus nos ajuda!
A palavra de Deus a bíblia nos ajuda!
O reino de Deus nos ajuda, que são os irmãos, a igreja, os pequenos grupos, os ministérios.

Participar e atuar na vida uns dos outros, é ser trabalhador com compaixão.

O pecado suga as forças, o ânimo, a esperança, e nos deixa a deriva na vida, sem um propósito maior.

A vida é incerta para todos, os que crêem ou não.

Mas já uma esperança real e especial para quem for um trabalhador no Reino de Deus.

Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga ordem já passou”.
(Apocalipse, 21:4)